Grupo Menegotti investe em sustentabilidade com o reuso de areia de fundição

Completando 80 anos, o Grupo Menegotti vem colocando a sustentabilidade como um dos pilares da operação.

 

Referência nos setores de construção civil e fundição, a indústria catarinense acaba de ser certificada como Empresa Renovável, pela Ludfor Energia, a maior empresa de gestão de energia do Sul do Brasil.

O Grupo foi reconhecido por utilizar energia elétrica de fontes renováveis desde 2013.

Com o compromisso de tornar as marcas e processos cada dia mais sustentáveis, a empresa deu início a uma série de iniciativas. Uma delas diz respeito aos resíduos provenientes da unidade de fundição.

De acordo com a CEO, Pauline Menegotti Horn, esse processo industrial consome grande quantidade de matéria-prima, gerando um volume equivalente de resíduos, como é o caso da ADF (Areia Descartada de Fundição).

Segundo ela, milhões de toneladas de ADF são depositadas em aterros industriais anualmente no Brasil.

A partir disso, o Grupo Menegotti implantou um projeto de reuso desse material, otimizando os recursos naturais. A areia descartada da fundição será reutilizada no setor de construção civil, atitude amparada em lei estadual sancionada em 2018.

“Com a reutilização do resíduo, o segmento de construção civil deixará de extrair da natureza cerca de cinco mil toneladas de areia por ano”, ressalta.

A CEO afirma que os próximos projetos sustentáveis do Grupo envolvem o consumo de água e energia e devem ser colocados em prática até 2022. Desse modo, a ideia é estabelecer uma cultura organizacional voltada à sustentabilidade.

 

“Estamos estruturando um plano de dez anos. Nosso desejo é incentivar o cuidado com a questão ambiental, sendo considerado um propósito para colaboradores e empresa”, enfatiza.

 

Além de ações sustentáveis, o Grupo investiu cerca de R$ 3 milhões na aquisição de duas novas máquinas de usinagem.